Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Jin Shin Jyutsu® em gotas 11.

Trava de Energia de Segurança 13 - continuação 4

Um antigo provérbio diz:
“Se você deseja saber quais foram seus pensamentos ontem, olhe para o seu corpo hoje.
Se você quer saber como será seu corpo amanhã, olhe para seus pensamentos hoje”.

FONTE DA JUVENTUDE
Nossa imaginação criativa nos permite mudar sempre a imagem que temos do mundo e nossa auto-imagem, assim estamos em renovação constante.
Mary diz :
“Este fluxo é o êxtase interno do espírito e da mente, o segredo da Fonte da Juventude”.

A Trava 13 mora na Linha do busto , a linha da Fisiofilosofia, a linha onde eu me conecto com o Criador.
Quando eu me conecto com as minhas raízes, as emoções petrificadas, começam a fluir e eu me torno uma fonte de juventude e renovação.
A Energia do Criador pode reparar , purificar e reconstruir, recriando nosso corpo de acordo com a Matriz da 6a. Profundidade de uma forma harmônica.
Quando a grande artéria que me liga com Criador está aberta, a energia Dele está fluindo sempre, o que me mantém jovem e entusiasmado com a vida.
Entusiasmo vem do grego e significa : Em Theos
Significa estar em Deus, ser preenchido por Deus, estar pleno de Deus.
13 é o número do Criador, vai restaurar o entusiasmo e alegria pela vida.

• A Trava 13 é onde mora a criança interna que renasce a cada respiração ajudando a entrar em contato com a nossa criança interior.
• Rejuvenesce.
• Traz espontaneidade, alegria, autenticidade, entusiasmo, espírito jovial.
• Restaura a inocência.

• Ajuda qualquer projeto em crianças.
• Ajuda qualquer projeto da criança que existe dentro de nós.
• Ajuda a lembrar que sempre é tempo de ter uma infância feliz, expirando dores e sofrimentos, soltando mágoas de infância ou mágoas antigas.
• Ajuda pessoas que não amadurecem, ou que tem comportamento infantil.
• Ajuda quem está ficando velho na maneira de ser pensar ou agir

• 13 da suporte para início e para o final da vida.
• Resultado muito benéfico para pessoas idosas.

• Rótulos amedrontadores – doenças gravíssimas.
• Doenças terminais.
• Bom para pessoas que se sentem extremamente doentes e estressadas.
• Permite que o corpo descarregue as impurezas.
• Câncer.
• Aids.
• Doenças auto-imunes.
• Esclerose múltipla.
• Ajuda qualquer tipo de projeto de sangue.

Autoaplicação:
• Tocar os bíceps dos dois braços concomitantemente (Travas 19 altas)
ou
• Tocar ambos os lados do peito na altura da 3ª. costela (Travas 13)
ou
• Segurar os dedos indicadores, depois os mínimos de ambas as mãos.

Jin Shin Jyutsu® em gotas 10.

Trava de Energia de Segurança 13 - continuação 3

IMAGINAÇÃO CRIATIVA

Submetemos nossa consciência pessoal à consciência do Criador na Trava 12, e percebemos sua manifestação na Trava 13.

“Você disse: - Seja feita Vossa Vontade, e sintonizou-se com a direção da Voz Interior.
Você disse: - Seja feita Vossa Vontade, e tornou-se um surfista sobre o oceano da vida, seguindo suavemente as ondas.
Você disse: - Seja feita Vossa Vontade, e quando você abriu mão do controle, os poderes criativos da Trava 13 começaram a se desdobrar dentro de você.”
Mathias Roth

• 13 Traz a energia da geração, traz o Criador para o nosso corpo, o que nos torna também Criativos.
• 13 me ajuda a ver que Eu sou o Criador,Eu Sou o Co-Criador da minha realidade.
• Traz Criatividade.
• Trabalha nossa capacidade de imaginação.
• Qualquer que seja a idéia,a visão, os 13 tem que estar abertos para que possam ser concretizadas.
• Ajuda pessoas sem visão em relação à vida,sem consciência de onde querem colocar a sua paixão.

• 13 ajuda a mudar a imagem que temos da vida e do mundo, transformando a nossa auto-imagem e a nossa experiência.
Se quisermos transformar a realidade, primeiro precisamos transformar a imagem que fazemos dela.
A imagem que temos do mundo é a experiência que iremos viver.
Podemos ver o mundo como um lugar perigoso e hostil, ou como o lugar aonde viemos para nos desenvolver e para sermos felizes.

• Mary diz no livro de auto-ajuda, que se quisermos mudar nossa auto-imagem, deveríamos simplesmente segurar nossas Travas 13.
• A imagem que temos de nós, do nosso corpo, ou de nossa vida, pode mudar assim como a forma que eu experimento o mundo.
Tal poder de transformação e renovação reside no 13.
• A Imaginação é o que atrai a energia do Universo para formar a experiência objetiva que vamos viver.

Autoaplicação:
• Tocar os bíceps dos dois braços concomitantemente (Travas 19 altas)
ou
• Tocar ambos os lados do peito na altura da 3ª. costela (Travas 13)
ou
• Segurar os dedos indicadores, depois os mínimos de ambas as mãos.


Texto de apoio :

Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares.
É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.
Fernando Pessoa

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Jin Shin Jyutsu® em gotas 9.

Trava de Energia de Segurança 13 - continuação 2

13 é NÚMERO DO CRIADOR em nós.
A Trava 13, como Criador, é ilimitada em seus atributos e aplicações.

A Trava 13 está na Linha do Busto, a linha da Fisio-Filosofia, a linha do Espírito.
Raiz que conecta e sustenta nossa relação com a Fonte.

No coração se encontra a Centelha Divina.
A artéria principal para Deus.
A Trava 13 permite que a energia da Fonte nos preencha com sua Luz e Inspiração.
Permite acessar nosso lugar de força interior, e relembrar nossa conexão com a Fonte, com nossa origem no Espírito.

No livro “Tornar-se como Deus”, Michael Berg faz uma reflexão sobre a Montanha e a rocha; diz ele:

...“Uma pedra é cortada de uma montanha.
Ela tem a mesma natureza da montanha, mas, quando desconectada, ela deixa de ser chamada montanha e é chamada pedra.
Nem um único átomo de sua essência mudou, mas o fato de ter sido retirada da montanha tornou-a outra coisa.
Coloque a pedra de volta na montanha e ela deixa de ser uma pedra.
Desta forma a existência da pedra não é determinada por sua substância, mas por sua relação com a montanha que é sua origem. ”...

Usando esta analogia podemos dizer que o que somos, é determinado pela nossa ligação com nossa “Fonte”.

No mesmo livro Michael Berg define Deus como :
“Ser Divino de Perfeição Total e Potencial Máximo.”

Se nossa Matriz individualizada da 6ª Profundidade é feita da mesma essência do “Ponto”, pois dela advém, então podemos todos expressar o Criador que existe dentro de nós e assim manifestar nosso potencial máximo.
Quanto mais os 13 estiverem abertos mais podemos “SER”.
Aqui se encontra a Essência, o Espírito dentro de nós,o lugar onde está o Criador, neste plano da nossa experiência.
Trabalha a espiritualidade, a consciência, o poder pessoal.


Autoaplicação:
• Tocar os bíceps dos dois braços concomitantemente (Travas 19 altas)
ou
• Tocar ambos os lados do peito na altura da 3ª. costela (Travas 13)
ou
• Segurar os dedos indicadores, depois os mínimos de ambas as mãos.

Jin Shin Jyutsu® em gotas 8.

Trava de Energia de Segurança 13 - continuação 1

Mary diz :
“Quando você aprende a amar o seu inimigo como a você mesmo, isto resulta em fertilidade.”

ESPECIALISTA DA FERTILIDADE

Fertilidade
“À medida que eu abraço,integro e aceito a minha parte sombria, eu me torno potente, me torno fértil.
Quando uma transformação escorpiniana ocorre, eu emerjo muito mais forte, com uma potência muito maior.
O poder do 13 é esse: se você estiver consciente de todas as suas ações, ou dos seus erros, tudo isto pode ser transformado em potência, em fertilidade.
A Fênix que renasce das cinzas.”
Petra Elmendorff

Potência.
Física, mental e espiritual.
Não importa qual seja a visão que você tenha, você é capaz de conduzi-la até a manifestação. (1+3 = 4 = manifestação, materialização)
O que quer que você queira realizar na sua vida, começe se perdoando

Trava 13 (escorpião) rege a sexualidade e os órgãos reprodutivos.
• Flx.13 + Flx.Umbigo promovem equilíbrio no apetite e na função sexual.
(Umbigo traz calor para todos os relacionamentos).
• Impotência.
• Frigidez.
• Escolha e aceitação da preferência sexual.

• Projetos do aparelho reprodutor masculino e feminino.
• Mobilidade e contagem de espermas.
• Ovulação.
• Cistos nos ovários.
• Harmonia do ciclo menstrual.
• Cólicas menstruais.
• Sangramento excessivo ou escasso na menstruação.
• Câncer de útero, seio ou próstata.
• Histerectomias.

13 Traz a geração da vida.

• Fluxo da Trava 13 + Fluxos dos dedos das mãos ( Umbigo, Intestino Grosso e Intestino Delgado) são muito importantes para todas as funções reprodutivas e podem ser utilizados para qualquer questão relacionada a fertilidade.
• Abortos.
• Qualquer projeto de fertilidade masculina.
• Capacidade de Geração e Regeneração.
• Pode ser utilizado em qualquer fase da gestação.
• Para sustentar a gravidez.
• Previne abortos.

• 13 = 4 = materialização. Ajuda a criança a se materializar
• Nutre o bebê no útero.
• Ajuda a fortelecer a conexão entre a mãe e o bebe.
• Ajuda a abrir a pélvis.
• Alivia dores do parto.
• Ajuda quando bebê está mal posicionado.
• Para bebês com apresentação pélvica durante a gravidez : 13 + fluxos dos dedos dos pés (Rim,Fígado, Baço)

• Pós-gestação.
• Excesso ou escassez de leite.
• Depressão pós-parto.
• Depois do parto ajuda a mãe a recuperar o corpo.
• Muito bom para bebês que já nascem com projetos.
• Qualquer projeto afligindo bebê.
• Para o bebê com cólica.

Autoaplicação:
• Tocar os bíceps dos dois braços concomitantemente (Travas 19 altas)
ou
• Tocar ambos os lados do peito na altura da 3ª. costela (Travas 13)
ou
• Segurar os dedos indicadores, depois os mínimos de ambas as mãos.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Jin Shin Jyutsu em gotas 7

Trava de Energia de Segurança 13.

Na música “Cuide-se bem”, Guilherme Arantes diz :

“Cuide-se bem
Perigos há por toda parte
E é bem delicado viver,
De uma forma ou de outra, é uma arte,
Como tudo
Cuide-se bem
Tem mil surpresas a espreita,
Em cada esquina mal iluminada,
Em cada rua estreita, do mundo.

Pra nunca perder este riso largo e esta simpatia estampada no rosto

Cuide-se bem
Eu quero te ver com saúde
E sempre de bom humor,
e de boa vontade com tudo”

Como eu não conheço meio melhor de iluminar ruas estreitas interiores e assim, preenchidos de luz, resplandecer, envio neste dia 12 de outubro, meu presente as crianças internas de todos vocês.
Amor
Éricka Ramos


Trava 13

Mary diz que 13 significa:
“AMAI VOSSOS INIMIGOS”

“’Inimigos’ sejam rótulos, coisas ou pessoas, não são bons nem ruins.
Que o inimigo esteja fora de mim é só uma projeção que eu faço.
Eles são apenas espelhos e não estão separados de mim.”
Mathias Roth

É frequente que sejamos nosso próprio e pior inimigo.
O grande talento do 13 é ser capaz de perdoar, principalmente a si mesmo.
Perdão e aceitação dos meus erros e liberação da culpa causada por eles.

O 13 trabalha com o poder que tem o Escorpião de iluminar a sombra, de
encarar o que em mim não quero olhar, do que não quero aceitar e abraçar estas partes que não são perfeitas.

Todos cometemos erros.
Enquanto formos seres humanos, esta é a forma que temos de aprender.
Com o poder do 13 posso aprender a partir desses erros, e à medida que aprendo, resgatar as partes que estavam na sombra.

No momento em que somos capazes de acolher o que estava na sombra este aspecto sofre uma transformação e passa a ser um recurso disponível para que possamos recomeçar.
Quando nos defrontamos com uma parte que realmente não queremos olhar e decidimos encará-la, nos sentimos mais plenos.

Quando “amamos nossos inimigos” , quando amarmos nosso “Eu” sob todos os seus aspectos, podemos como diz Mary: “ser a fonte e não o reservatório”.

O verdadeiro amor é incondicional.
Se amarmos verdadeiramente não haverá inimigo, e nos tornaremos Unos.
Amar o inimigo interno é aceitar a nós mesmos para que possamos renascer e ser transformados.

O 13 nos mostra que qualquer pecado pode ser transformado em luz.
A 13ª lâmina do Tarot ,a Morte, nos fala da transformação e das mudanças internas.

• 13 trabalha os princípios do amor, da aceitação,da compaixão e do perdão.
• Auto-estima.
• Ajuda a ver o lado bom das pessoas, o lado harmonioso.
• Se não amamos, acumulamos mágoas e ressentimentos e não expressamos as qualidades dos 13 : jovialidade, espiritualidade e fertilidade.

Continua no jsj em gotas 8...

Autoaplicação:
• Tocar os bíceps dos dois braços concomitantemente (Travas 19 altas)
ou
• Tocar ambos os lados do peito na altura da 3ª. costela (Travas 13)
ou
• Segurar os dedos indicadores, depois os mínimos de ambas as mãos.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Jin Shin Jyutsu em gotas 6

A vista começa a acusar a idade.
O grupo de estudo tem como proposta do mês a prática da TSE 4.
Resolvo fazer o autoaplicação da Trava 4,que Mary recomendou como prática diária, (Livro 1,Pg 54 item 7 figura 22) mas que eu só fazia esporadicamente.

Me disponho a fazer 40 minutos por dia, todos os dias, e no 5º. dia compreendo no meu corpo, mente e coração porque a TSE 4 é a Chave da Linha do Busto.

Uma alegria inexplicável toma conta de mim.
Me ponho a dançar na sala de casa, sentindo uma vitalidade e alegria que eu conheço bem, mas que já há algum tempo não me visitava.
O corpo fica leve, como se eu não fizesse mais nada na vida a não ser dançar, o sorriso vem fácil e se instala no meu rosto como expressão natural.

Num minuto compreendo.A Linha do Busto foi liberada !
Sem sobrecarga emocional me sinto feliz e posso rir como um criança.

Os dias seguintes foram de lembranças de fatos passados que eu julgava enterrados.
Situações em que me senti magoada voltaram a minha mente, mas sem dor nem peso.
Simplemente me dei conta de que aqueles assuntos ainda não estavam resolvidos e o perdão a mim mesma e as pessoas envolvidas foi imediato, natural, como se nada mais pudesse ou devesse ser feito além de perdoar.

É incrível perceber quanta coisa está sendo movida em mim.

Meu sono ficou mais pesado e já não acordo a noite.
Minha vista dá sinais de melhora, leves ainda, mas perceptíveis.
Em contrapartida,tenho rouquidão, muco e tosse, que já duram 20 dias.
Se meu sistema de crença ainda acredita que para a Luz entrar é preciso que esta meleca toda saia... paciência.
Um dia eu vou saber em meu coração que no caminho da cura não precisa haver dor.

Não poderia ser outro o tema do Jin Shin Jyutsu em gotas deste mês.
Éricka Ramos

Trava de Energia de Segurança 4.

PONTE ENTRE O INVISÍVEL E O VISÍVEL
Entrada da consciência no tecido permitindo que sejamos seres espirituais vivendo como seres físicos.
Permite a materialização da força da vida, a transformação do espírito em matéria.
Princípio da manifestação e da materialização.

A JANELA
Traz Ar e Luz do Criador para o nosso Ser.
• Sistema cardio- respiratório.
• Visão.

CONSCIÊNCIA
Mary diz : “ Mudanças em si mesmo começam com o estudo de si mesmo”.
Para que possamos efetivar mudanças é preciso que olhemos para dentro de nós, sem julgamento, com aceitação.
• Pensamentos claros.
• Estados de alerta e de sono.

CHAVE DA LINHA DO BUSTO
Conexão com a “FONTE”.
Raízes através das quais a Nutrição do Criador penetra nosso Ser.
• Propósito de vida.
• Compreensão e manifestação dos meus potenciais.
• Equilíbrio emocional.

A PRINCESA TECELÃ
A Princesa Tecelã vive entre as TES 4, local onde os Supervisores (esquerdo e direito) se cruzam. Aqui, ela tece o tecido da vida, que é a união de todos os aspectos dos Supervisores, que em equilíbrio permitem que a Luz da Fonte se movimente harmonicamente por todo o corpo.

INTELIGÊNCIA DE MENSURAÇÃO
Mary se refere as TSE 4 como o Gerente Geral do trabalho de suprimento e Zeladoria do corpo. É o fornecedor e o zelador da nossa “qualidade de ser”.
Limpa da cabeça aos pés, destinando para cada função de energia do corpo aquilo que ela necessita da Fonte.
• Estabelecimento de prioridades .

Autoaplicação :

• Dedo Anular

• Passo âncora
MD T4 E + ME T13 E

• T SE4 + T SE 21 oposto – visão - (Livro 1,Pg 54 item 7 figura 22

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Jin Shin Jyutsu em gotas 5

Jin Shin Jyutsu® em gotas 5.
Este texto é fruto da minha compreensão atual (03.04.2010)sobre este tema.
Não pretende ser formador de opinião. Leia com crítica e discernimento.
Seja seu próprio testemunho.

Ofereço este texto em memória de Cristina Minamisawa que aniversariava dia 03.04 e que agora brilha na Luz, para sempre amada e lembrada.


Manter os ombros soltos.

O início do Universo é o Nada.
Na 9ª. Profundidade estão as qualidades atemporais infinitas que não podemos compreender através dos nossos pensamentos ou sentidos.
É o espaço ilimitado e eterno que em algum momento cósmico começou a se contrair e a se focalizar numa dimensão.
O grande Nada se concentrou, se tornando o “Ponto” a 8a.Profundidade.

O Ponto Potente.
“Fonte de todas as Fontes”.
A 8ª. Profundidade é a qualidade que está na origem da Criação.
O “Ponto” é Energia Criativa Pura.
Criatividade concentrada, focalizada, consistente, potente e Divina.

A partir do “Ponto” a energia começa a irradiar, e dele emerge a
7ª Profundidade , a “ Luz”, com suas centelhas se expressando de diferentes formas, gerando diferentes manifestações e criando todo o Universo.
Tudo o que é vivo, é uma manifestação de uma centelha de Luz que se originou do Ponto.
A “Luz” é a conexão entre a 8ª. Profundidade e a Fonte de energia pessoal da minha 6ª. Profundidade.
Da 8ª Profundidade surge através da 7ª. Profundidade a centelha que vai dar início à minha vida individual pessoal.
Quando a 7 a. Profundidade, a Centelha, acende a minha 6a. Profundidade a vida como uma expressão individualizada passa a se manifestar eu passo a ser uma alma única.

O número 11 expressa a Perfeição da 7ª. Profundidade.
As Travas de Energia de Segurança 11 moram nos meus ombros.
Quando expiro soltando dos ombros até os dedos dos pés, a cada expiração crio um espaço, e desta forma me torno, me construo, e a cada inspiração retorno à Fonte, me purificando e regenerando.

A respiração harmônica me coloca em contato com a Fonte Criadora e permite que ela se manifeste em Sua Perfeição a cada respiração.




Se as TSE 11 estiverem abertas as TSE 15 podem trazer alegria e riso para nossas vidas.
Quando meus ombros estão soltos eu sei que tenho tudo o que preciso dentro de mim mesmo, e me dou conta de que a vida não é acumular, mas soltar para abrir espaço e receber aquilo que É.
Receber o que o Criador me concede.
Eu me lembro que não preciso carregar o mundo nos ombros, pois na entrega eu abro espaço para a ação do Criador em minha vida.
Na entrega está o caminho para a Harmonia e o equilíbrio Universal.


Éricka Ramos
erikamos1@uol.com.br

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Jin Shin Jyutsu® em gotas 4.
(Este texto é fruto da minha compreensão atual (21.01.2010)sobre este tema.
Não pretende ser formador de opinião. Leia com crítica e discernimento.
Seja seu próprio testemunho).

Eu não sou o “Fazedor”.

Hoje (27 de janeiro de 2010) faz 2 anos que Mary partiu do mundo físico.
Desde setembro 2009 ,quando estive em Scottsdale, me sinto ainda mais impregnada do seu amor e mal posso acreditar que ela não esteja fisicamente entre nós tão palpável é a sua presença...

Estando no ambiente onde Mary trabalhou por tantos anos a declaração da missão do Jin Shin Jyutsu não me saia da cabeça.

Declaração da Missão Jin Shin Jyutsu :
Nossa missão é criar através da Arte dinâmica do Jin Shin Jyutsu(Fisio-Filosofia),um ambiente seguro para o redespertar do EU verdadeiro.
Sendo a testemunha dessa Arte de Viver simples e profunda que nos foi revelada por Mary Burmeister e Jiro Muray, nós educamos,harmonizamos e inspiramos nós e aos outros através da integridade,compaixão, confiança e liberdade
de SER...AGORA CONHEÇO A MIM MESMO.
(Through the dynamic Art of Jin Shin Jyutsu (Physio-Philosophy), our mission IS to create a safe environment for reawakening the true SELF. Being the testimony of this simple, profound Art of Living, made known to us by Mary Burmeister and Jiro Murai, we educate, harmonize and inspire ourselves and others through integrity, compassion, trust and freedom to BE.....NOW KNOW MYSELF.)

Mary criou este ambiente onde estudando ou recebendo sessões você realmente sente que tudo é possível ,mas ela nunca disse que fazia as coisas acontecerem... ao contrário ao terminar uma sessão Mary dizia : “Obrigada Senhor. Eu não fiz nada”.

É tudo isso, e é só isso.
Nós não fazemos nada.
É só estar presente, com o coração compassivo, e permitir que a Luz do Criador se manifeste através de nós, testemunhando as transformações que ocorrem quando sabemos que cada um é uma centelha da Divindade e assim merece ser visto.

Wayne disse uma vez que uma das dádivas do Jin Shin Jyutsu é aprender a confiar que a 8ª. Profundidade vai cuidar de tudo.
Para ajudar alguém eu simplesmente tenho que colocar minhas mãos sobre seu corpo,aceitar a orientação que recebi, e permitir que a mágica cuide deste Ser.

Obrigada Mary
Para sempre obrigada.

Éricka Ramos
erikamos1@uol.com.br